Consumo, Empreendimentos, Entrevista, Lifestyle, Negócios, Serviços, Todos

Mercado Imobiliário em Miami: Novo Luxo conversa com Elite International Realty

Para saber mais sobre o mercado imobiliário em Miami, Flórida, e, de olho no futuro, Novo Luxo conversa com Hércules Pimenta, Diretor da Elite International Realty, uma consultoria imobiliária brasileira atuando nos Estados Unidos. Boa leitura!

Novo Luxo – Primeiramente, o que significa luxo? E luxo dentro do mercado imobiliário?

Hércules Pimenta – Por um conceito clássico e comum, luxo é tudo aquilo que é exclusivo, raro, de marca com tradição, de alto valor e qualidade, conectado à imagem de status. Dentro do mercado imobiliário, o luxo está relacionado com moradias de alto valor, localização privilegiada, arquitetura exclusiva, construção de alta qualidade, acabamento com alto nível de detalhes, tecnologia avançada, áreas de lazer e sustentabilidade, acomodações para funcionários, garagem para vários automóveis, motos e com possibilidade de heliponto. Falar em luxo no sul da Flórida significa, além do que foi dito acima, imóveis com dimensões avantajadas e com pier privativo para barcos.

NL – Quais são os serviços diferenciados oferecidos pela Elite International Realty?

HP – Além da consultoria normal na pesquisa, busca pelo melhor custo/benefício para compra/venda/locação, a Elite disponibiliza, por meio de parcerias, indicação de assistência jurídica de imigração, tributários (estruturação de empresas), contabilidade, transferência de empresas do Brasil para os Estados Unidos, financiamentos, serviços de arquitetura, desenho de interiores, projetos, construção e remodelação de propriedades, administração de imóveis para proprietários ausentes e serviços de concierge. Oferecemos também auxílio para escolha de colégios, clubes sociais e esportivos, adaptação de crianças nas escolas, inclusive de idiomas. Podemos indicar concessionárias de veículos, barcos e aviões. A Elite tem dentro de seu quadro de corretores especialistas em propriedades comerciais e de negócios para quem quiser investir. Elite International Realty, por sua larga e constante atuação no mercado imobiliário da Flórida e de Nova York, tem todas as condições de entregar o que há de melhor aos seus clientes, contribuindo para uma completa transação imobiliária tranquila e transparente.  

NL – Como se define o mercado imobiliário em Miami? E quando comparado ao brasileiro? Quais são as diferenças mais gritantes em termos de oportunidades?

HP – O mercado imobiliário de Miami e Orlando são definidos e divididos em três tipos de compradores: os que desejam comprar um imóvel para férias; os que desejam comprar como investimento (locação); e os que desejam passar férias e também alugar quando não estão utilizando o imóvel, além dos que compram como residência fixa após aprovação como residentes legais nos EUA. Não há grandes diferenças entre os mercados brasileiro e americano, a não ser pela facilidade nos financiamentos hipotecários e pela estabilidade da moeda, comparando o real com o dólar.

As oportunidades de bons negócios sempre existem quando a oferta é maior do que a demanda, e quando os juros dos financiamentos estão baixos ou quando a saturação do mercado por lançamentos imobiliários está muito acima da absorção pelos compradores. Este fator também determina uma redução nos valores dos imóveis usados, surgindo, então, negócios com preços muito tentadores. Hoje, Miami está vivendo um grande aumento de migração interna em função de peculiaridades da legislação tributária, fazendo com que grandes corporações e mesmo pessoas físicas venham para a Flórida para conseguir diminuir seus impostos. Estima-se que cerca de mil pessoas chegam diariamente com essa finalidade e também para fugir das temperaturas frias durante o inverno no Norte, Nordeste e Centro dos Estados Unidos.

NL – Em geral, quais são os principais perfis de compradores em Miami?

HP – Os principais perfis de compradores da Flórida são:

– Estrangeiros com desejo de ter um investimento em moeda estável; possuir uma casa de férias em local com clima agradável, além de estar em cidade segura com excelente infraestrutura, compras, restaurantes, limpa, cultural e esportiva;
– Há também os que desejam internacionalizar suas famílias, trazendo seus filhos para uma experiência cultural diferente da brasileira.

NL – Em termos de números, qual é a participação do investidor brasileiro no destino? O que é possível destacar a título de curiosidade?

HP – O investidor brasileiro tem grande participação e importância para a economia da Flórida. Hoje é considerado o primeiro entre todos os outros países que adquirem propriedades. Grande volume de turistas lotam os parques e exposições sempre em busca de novas experiências. Nos períodos de férias, os atendentes de lojas em shoppings tentam falar português em vista da grande quantidade de consumidores brasileiros.

NL – Dentro do mercado imobiliário, entre os compradores do segmento do luxo, o que é mais valorizado num empreendimento? Por quê?

HP – O que mais se valoriza nos empreendimentos no mercado imobiliário de luxo é sua localização, suas dimensões, áreas de lazer e prestação de serviços. Tem que estar na praia, oferecer academia de ginástica de alta performance, serviços de praia, restaurantes e lanchonetes. Alguns empreendimentos se diferenciam, pois, além do que já foi dito, oferecem, ainda, utilização de campos de golfe, marinas para veleiros e iates, e aeroporto executivo com serviços de manutenção e estacionamento para aeronaves privadas.

NL – Na sua opinião, por que os brasileiros se interessam tanto em comprar residências nos Estados Unidos? 

HP – O comprador brasileiro se interessa em comprar residências e investir nos Estados Unidos pela estabilidade da moeda, possibilidade de, no futuro, transferir sua família, pelas condições de infraestrutura, por seu clima agradável e, principalmente, pela tradição e cultura do país.

NL – Como você enxerga o futuro do setor? O que podemos esperar? Quais as principais tendências para 2019 e os próximos anos?

HP – No momento, a situação é de grande oferta de empreendimentos novos e em construção, enquanto o número de projetos e lançamentos é bem pequeno. Haverá, durante os próximos seis meses, excelentes oportunidades de compra, e quem deseja vender suas propriedades deverá aguardar pelo menos um ano para uma retomada nos preços. A situação da economia brasileira tem tudo para melhorar após as reformas previdenciária, fiscal e trabalhista, fazendo com que a confiança retorne e os investimentos voltem com mais força, favorecendo, também, a movimentação do mercado imobiliário de Miami.

NL – O que você poderia acrescentar com relação a Smart Cities e tecnologias inéditas e inovadoras para residenciais e comerciais inteligentes?

HP – Já começamos a ver os primeiros sinais de Miami também se tornando uma Smart City com novos sistemas de transportes e grandes marcas do mercado de consumo utilizando serviços de entregas automáticas de bens adquiridos via internet. Muitas residências e comerciais já usam sistemas tecnológicos de controle de temperatura, fechamento de cortinas à distância, estacionamentos com pagamentos automatizados e sem motoristas. A maioria dos edifícios residenciais e comerciais já possui estações de carga de energia para os veículos elétricos. Existe uma enorme quantidade de placas de energia solar para iluminação e aquecimento. A velocidade das descobertas de novas tecnologias trará mais conforto e facilitará a vida urbana nas grandes cidades. Além disso, a novíssima tecnologia 5G irá mudar muitos de nossos hábitos e comunicações entre as pessoas.

Fonte: Elite International Realty | Hércules Pimenta – imagens: divulgação (13/06/2019)

Posts Relacionados

Deixe uma resposta