Arquitetura e Decoração, Arte, Design, Experiências, Hotel, Todos, Viagens

Conservatorium Hotel: luxo incomparável em Amsterdã

Amsterdã é inspiradora. Com suas flores e muitas cores, especialmente na primavera, é uma cidade para se viver experiências que, dificilmente, serão esquecidas. Um destino criativo que continua a inspirar e formar novos artistas – muitos museus contam a história de Amsterdã e a tornam, de certa forma, cobiçada por muitos turistas e viajantes à procura de cultura e arte somadas a uma paisagem sincera e encantadora. Respira-se arte no Rijksmuseum e em tantos outros. Nesta atração, há espaços temporários como a exposição “All the Rembrandts”, uma coleção muito especial de trabalhos do pintor que marca seu aniversário de 350 anos. Trata-se do maior acervo Rembrandt do mundo, disponível no local até o mês de junho. Amsterdã é uma máquina do tempo que transporta locais e visitantes às épocas mais desejadas – explore, por exemplo, pontos que têm um significado para esse complexo artista, empresário e professor. Aproveite cada minuto na cidade que irradia brilho próprio, um brilho cheio de luz, e conhecida, internacionalmente, pelos diamantes e savoir-faire; para uma imersão no espírito holandês, os mercados são fantásticos com um dos queijos mais famosos do mundo. Por sinal, o queijo da Holanda é o meu preferido. Prepare-se para ficar perplexo com a grande oferta – a combinação de sabor, textura e ingredientes premium, com edições de três a vinte quatro meses de fermentação, limitadas e Vintage, faz com que os queijos sejam parte da história local. A céu aberto, existem diversos bares e restaurantes charmosos nos quais é possível experimentar uma boa cerveja ou, então, uma refeição de tempos, harmonizada com belos vinhos, que também conta a própria história. Além de ser aconchegante e uma cidade que te abraça, Amsterdã é limpa e sustentável – na primavera, como mágicas pinturas, as folhas das árvores estão por todos os lados, e um descanso embaixo delas será sempre merecido. Os mais de cem quilômetros de Canais possibilitam visões diferentes, mas que se completam; dão ritmo e movimentam o destino que, a cada segundo, tem algo novo a oferecer.

A hospitalidade também é uma arte. Fala-se, então, de uma parada obrigatória na Europa para hotéis de luxo e serviço impecável. Em outras palavras, Amsterdã deve estar na lista de todos que buscam experiências memoráveis em todos os sentidos. Com o selo The Set, Conservatorium Hotel é coroado como o hotel de luxo número 1 na Holanda. Desde sua abertura em 2011, esbanja a tradição e o clássico conectado ao design moderno. Conservatorium está na Praça dos Museus, e não existe melhor localização do que esta – Van Gogh Museum é vizinho, assim como se está a um passo da rua mais graciosa para compras. Este hotel complementa as cores da cidade, acolhendo hóspedes acelerados em ideias para, juntos, construírem um futuro próspero. É absurdamente rico em criatividade, onde o luxo e as descobertas não têm limites. Sua construção é monumental e elegante como um oásis para quem gosta de sofisticação e histórias para contar. De 1897, um banco e, logo após, uma escola de música formam sua linha do tempo. Impressões de arte e flores estão por toda parte: além de obras espalhadas, os quartos ganham decorações exclusivas para estadias adoráveis. As flores são parte importante da receptividade do Conservatorium – o florista Menno Kroon, duas vezes por semana, reabastece as dependências com o frescor das novas flores. Aqui o luxo está em cada detalhe. E neste luxo, cada um deles é relevante como uma espécie de mosaico raro.

Nota-se, então, que contar história é primordial no Conservatorium Hotel, recebendo a iniciativa, mãos, desenhos e maestria do arquiteto italiano Piero Lissoni. O resultado é um contraste com a arquitetura original, mas dando uma nova cara e agregando funcionalidades contemporâneas. A história e identidade não ficam para trás – colaborando regularmente com a escola de música Conservatorium van Amsterdam, o hotel também expressa arte em forma de música, um idioma universal que fala por si só como se não existissem barreiras. Aos sábados e domingos, a música ao vivo é atração no Lounge, espalhando talentos enormes. No átrio central está o The Brasserie & Lounge, de onde é possível ver o sol nascer e se por a partir das janelas de vidro que vão do chão ao teto, fazendo com que a natureza externa seja uma soma às experiências gastronômicas que estão por vir. O restaurante está aberto para café da manhã, almoço e jantar. Nas épocas mais agradáveis do ano, relaxe na área externa enquanto aprecia um chá da tarde típico europeu. O Menu é variado, com excelentes rótulos de vinhos, e pratos preparados com ingredientes frescos e orgânicos, fazendo jus ao clima de liberdade que se observa na cidade – flores e cores em todos os cantos, pontes que abrem caminhos e muitas bicicletas por onde se passa, uma prova de que Amsterdã é um destino fácil de explorar, que está de braços abertos para acolher com aromas, melodias e sabores. Como uma viajante do mundo, posso dizer que The Brasserie & Lounge oferece um dos melhores Breakfast com buffet e à la carte. Não se trata apenas da qualidade do que é servido, mas o modo como está disposto e o serviço diferenciado encantam e impressionam. A vontade é de alongar a refeição enquanto se contempla o movimento no hotel durante horas e horas. A música ambiente, que parece ser escolhida a dedo, também é um detalhe que faz a diferença no Conservatorium.

Nos 129 quartos distribuídos em oito andares, percebe-se ainda mais como o luxo contemporâneo se mescla perfeitamente com a arquitetura histórica. Cria-se uma atmosfera íntima e bastante acolhedora a partir do uso de uma paleta de cores tranquilas e objetos de decoração minimalistas que não roubam a cena. Muito pelo contrário: a seleção elegante de objetos é o complemento que não pode faltar à proposta de Piero Lissoni, resultando em quartos confortáveis e espaçosos. Existem 46 diferentes e temáticas suítes que convidam o hóspede a entrar no clima de Amsterdã – Concerto Suite se inspira nos estúdios de música com 90 metros quadrados; I Love Amsterdam Suite é um triplex com o próprio rooftop, 155 metros quadrados e vistas que tiram o fôlego; com elevador privativo e 170 metros quadrados, The Penthouse Suite é absolutamente única. Além do cinema dentro da suíte e sala de jantar para até oito convidados, é possível reservar e fechar o sexto andar inteiro do hotel só para si. Sem falar na tecnologia: os convidados também se sentirão muito bem-vindos com os iPads disponíveis para controle das funções da suíte, como iluminação, temperatura, sistema de som, televisão. Conservatorium Hotel dá motivos de sobra para recarregarmos as baterias logo após um dia cheio na cidade. Pensado como um refúgio e inspirado nos quatro elementos, Akasha Holistic é a pura paz em forma de centro de bem-estar. As dez salas de tratamento, incluindo uma para casais, Hammam, e Life Fitness com salas para outras atividades como yoga e pilates, fazem com que Akasha seja o centro Wellbeing mais completo em hotéis de Amsterdã. É o único a oferecer piscina Watsu para tratamentos aquáticos personalizados e meditação guiada. Ainda, um Menu autêntico com pratos leves, chás, sucos e bebidas energéticas pode ser uma boa opção para aqueles que não se afastam de um Healthy Lifestyle.

Dizia Vincent Van Gogh: “Great things are done by a series of small things brought together”. É exatamente isto que o Conservatorium representa e quer comunicar. Posso parecer repetitiva, mas a riqueza está em cada detalhe. O fato de pensar em cada experiência para quem visita e se hospeda no hotel resulta no luxo incomparável. Schilo van Coevorden é o Chef holandês que assina a gastronomia criativa, deixando sua marca com a beleza, sabor, aroma e textura de cada ingrediente. E as noites não se repetem – no Tunes Bar, com estilo Jazz, as garrafas de destilados decoram o ambiente, fazendo referência ao colorido de Amsterdã; e os drinques podem ser uma surpresa a cada escolha feita. Taiko é o restaurante com cozinha asiática contemporânea e atmosfera cosmopolita. Todos os pratos são preparados com ingredientes locais da estação, somados ao serviço que deixa todos entusiasmados. Entusiasmada estou eu ao escrever sobre esse hotel que não somente promete, mas cumpre com o seu real objetivo: o de contar uma história nova a cada dia, porém sem se esquecer do passado, um grande responsável pela modernidade clássica e luxo que se tem hoje. Conservatorium Hotel dispõe de uma galeria com salão de beleza e lojas de grifes internacionais – joias, cosméticos, charutos, vestuário e lifestyle. Creio que encontrei a frase perfeita para descrever a propriedade: um palácio evocando sofisticação, e o destino certo para os viajantes intelectuais apaixonados por design. Espero voltar muitas e muitas vezes. Com o coração sempre aberto para guardar cada momento.

  • Nicole Pozza visitou Amsterdã a convite de I amsterdam – Amsterdam&Partners | Amsterdam Luxury. 

Fonte: Amsterdam Luxury | Conservatorium Hotel | Novo Luxo – imagens: divulgação e arquivo pessoal (30/05/2019)

Posts Relacionados

Deixe uma resposta