Arte, Especial, Gastronomia e Bebidas, Hotel, Todos

The Ritz-Carlton Hong Kong apresenta o novo chá da tarde Sugarfina®

A colaboração entre The Ritz-Carlton Hong KongSugarfina® resulta no novo chá da tarde inspirado nos doces exclusivos desta marca de luxo, disponível até 30 de junho no Café 103 do hotel, na China.

O Chef Executivo Richard Long e seu time criaram quatro salgados e seis sobremesas que dão água na boca só de ver. E a icônica coleção de coquetéis da Sugarfina® é reinterpretada no chá da tarde.

Dom Pérignon Vintage Champagne Bears®, por exemplo, é apresentado em camadas, na taça Champagne Bears®, com panna cotta e geleia de Champagne, mel refrescante, limão e morango confit para oferecer o equilíbrio perfeito de sabores.

O tema flamingo da marca está nos Pinks Flamingos, uma arte de chocolate com geleia de grapefruit rosa e mousse de baunilha. Ainda, crumbles crocantes como uma camada especial.

Raspberry Cream Cones é mais uma criação doce do Chef Richard – um colorido mini cone de waffle recheado com geleia de framboesa e creme de baunilha, coberto com cone de sorvete para enfeitar a sobremesa.

Entre os salgados Sugarfina® estão o Vanilla Champagne Blue Crab & Caviar with Brioche Bun e o Baked Wild Mushroom with Truffle Onion Vol Au Vent. O primeiro é um pão brioche preparado com tinta de lula e chutney de caranguejo azul, além do toque da baunilha, molho de champagne e caviar. O pastel Vol Au Vent é cozido à perfeição e recheado com cogumelos silvestres e trufas negras.

Todos os hóspedes que reservarem o chá da tarde Sugarfina® receberão um voucher para resgatar um sorvete ou bebida especial em qualquer boutique da marca em Hong Kong.

A experiência é HK$398, com um adicional de HK$510 para cada taça de Champagne Dom Pérignon 2009. Para reservas, visite The Ritz-Carlton Hong Kong ou entre em contato por e-mail: restaurantreservation.hk@ritzcarlton.com. E clique aqui para ver o Menu completo!

Fonte: The Ritz-Carlton, Hong Kong – imagens: divulgação (16/04/2019)

Posts Relacionados

Deixe uma resposta